Entenda os tipos de mesa cirúrgica: elétrica, hidráulica e modelos de cada especialidade

Compartilhe:

Para realizar uma cirurgia, são necessários vários equipamentos com variadas funções e objetivos. Um dos mais importantes, e primordial para que a cirurgia sequer aconteça, é a mesa cirúrgica. Também conhecida como mesa operatória, é o equipamento utilizado na sala de cirurgia para posicionar o paciente para um procedimento cirúrgico. 

É formada por um tampo, que pode dividir-se em várias secções, sobre o qual o paciente é sentado ou deitado, e também por uma base central dotada de mecanismos para ajustar a altura e a inclinação do tampo.

Atualmente, existem diversos modelos de mesas com diferentes configurações e ajustes possíveis para colocar o paciente na posição mais adequada ao procedimento que será feito. Portanto, a qualidade dessa ferramenta impacta diretamente no conforto do paciente e má execução do procedimento! Diante da dificuldade em posicionar uma pessoa, ou o posicionamento inadequado, os resultados da cirurgia podem sofrer alterações. 

Viu como é importante entender sobre a mesa cirúrgica? Por isso, vamos te explicar nesse artigo tudo sobre esse equipamento, para você escolher a mesa mesa operatória mais adequada para sua instituição.

Como a mesa cirúrgica funciona?

Para entender como a mesa cirúrgica funciona, é importante compreender o sistema que a compõe. Grande parte das mesas cirúrgicas tem um sistema de acionamento elétrico, hidráulico ou eletrohidráulico. Veja:

 

  • Mesas cirúrgicas elétricas: essas mesas são constituídas por um motor elétrico. Os movimentos são feitos por um atuador elétrico que, predominantemente, é acionado através de um telecomando.

 

  • Mesas cirúrgicas hidráulicas: esses sistemas utilizam uma fonte de energia hidráulica e são geralmente acionadas por meio de um pedal.

 

  • Mesas cirúrgicas eletrohidráulicas: há ainda as mesas que combinam diferentes modos de acionamento. Em alguns modelos, a elevação do tampo acontece através de um atuador elétrico e o ajuste do apoio de cabeça através de um atuador hidráulico.

Tipos de mesas operatórias: quais são?

É importante ressaltar que, antes de escolher uma mesa operatória, é preciso considerar os objetivos e os procedimentos realizados na instituição de saúde. Isso é muito importante, porque atualmente já contamos com modelos de mesas cirúrgicas universais e especializadas, ou seja, voltados para uma especialidade ou procedimento em específico. 

De forma geral, a altura do tampo e a inclinação das secções costumam ser ajustáveis para permitir que o cirurgião faça os ajustes necessários antes e ao longo do procedimento, tendo acesso ao local cirúrgico. Dessa forma, o profissional pode atuar em uma posição adequada e confortável, aspecto muito importante principalmente e cirurgias mais longas. 

Confira abaixo alguns tipos de mesa cirúrgica:

  • Mesas cirúrgicas universais: são utilizadas em cirurgias gerais e em pequenos  procedimentos. São facilmente ajustáveis e versáteis, adequando-se a vários tipos de cirurgia.

 

  • Mesas cirúrgicas especializadas: são destinadas para uma ou mais especialidades médicas e, portanto, apresentam configuração e acessórios específicos, voltados para o objetivo de cada áreas. Confira alguns exemplos: 

1. Mesa cirúrgica ginecológica: este equipamento ajuda a colocar a paciente em posição sentada ou deitada, e é equipado com apoios de pernas 

2. Mesa de cirurgia ortopédica: essa mesas permite a adição de apoios de pernas e estrutura de tração. São fáceis de usar e possibilitam a realização de manobras, o que permite o reposicionamento do paciente sem dificuldade.

3. Mesa de cirurgia oftalmológica: este equipamento é articulado, e pode ser convertido para se transformar em cadeira, além de possuir um apoio de cabeça para ajudar nos procedimentos específicos da área e o conforto do paciente.

Importância da mesa cirúrgica

Agora que você já conseguiu entender melhor a importância desse equipamento, seus diferentes tipos e formas de funcionamento, nem precisamos dizer que é essencial escolher a mesa operatória com cautela, não é mesmo? 

Com tantos tipos diferentes, é preciso considerar qual equipamentos será o melhor para a sua instituição. Se você quer entender quais critérios para considerar na hora de escolher a mesa cirúrgica, não pode perder nosso próximo artigo! 

Até lá, recomendamos a leitura de alguns cuidados básicos com o seu equipamento hospitalar.

Ficou alguma dúvida? Deixe aqui embaixo nos comentários.

Sylvia Amorim

Sylvia Amorim

Sylvia Amorim é assistente de conteúdo na Arkmeds, formada em Jornalismo pela PUC Minas Coração Eucarístico e pós-graduanda em Comunicação Digital e Mídias Sociais no Centro Universitário UNA. Atua com produção de conteúdo no blog, nas redes sociais (Facebook, Instagram e LinkedIn) e materiais completos da Arkmeds e do Instituto E-Class, com o objetivo de transmitir informações assertivas e úteis para quem precisa.
0 0 votes
Classificação do conteúdo
Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
joão marcelino
2 anos atrás

bom dia,

gostaria de receber o e-mail de compras para que posa ser enviado uma apresentação.

att

Arkmeds Soluções
Reply to  joão marcelino
7 dias atrás
Categorias

Mais recentes

2
0
Would love your thoughts, please comment.x