Entenda o que é e a importância do agitador de plaquetas

Compartilhe:

O sistema circulatório humano é formado, basicamente, por três componentes: sangue, coração e vasos sanguíneos. O sangue é produzido na medula óssea vermelha e flui pelas veias, artérias e capilares sanguíneos. O sangue, classificado como tecido conjuntivo líquido, possui o importante papel de transportar substâncias pelo nosso corpo, como nutrientes, oxigênio e gás carbônico, além de ser crucial para a regulação e proteção do corpo humano.

Entre as células sanguíneas, as plaquetas, ou trombócitos, desempenham função crucial para a proteção do nosso organismo. As plaquetas são capazes de formar coágulos de sangue, a fim de impedir uma hemorragia, quando for necessário. 

Por isso, em exames laboratoriais, a contagem dos trombócitos é importante para avaliar o paciente e diagnosticar doenças – caso seus níveis estejam baixos ou altos. Os níveis de plaquetas podem ser essenciais para o tratamento e descoberta de condições, além de impedir hemorragias. 

Por serem tão importantes, o sangue e as plaquetas devem ser bem manuseados e armazenados. Em grande parte dos procedimentos laboratoriais a constante movimentação de bolsas com trombócitos é necessária para impedir a coagulação do sangue. É nesse objetivo que o agitador de plaquetas é essencial, responsável por manter essa agitação constante, o que minimiza os impactos no metabolismo das plaquetas e evita o agrupamento de partículas.

A principal função do agitador de plaquetas é armazenar os trombócitos concentrados em um movimento horizontal contínuo, à uma temperatura específica que garante o bom estado do sangue,  Um lote contém 240×109 plaquetas. Além disso, existem ainda as soluções nutritivas para transferência de oxigênio que podem prevenir a formação de coágulos no sangue.

 A aplicação de solução de ressuspensão adicional pode manter a viabilidade plaquetária, mesmo quando 90% do plasma é retirado. A aplicação de sódio, adenina e glicose pode ser necessária ao longo do processo para manter a vitalidade, além de outros açúcares que também podem ser usados ​​para estabilização da membrana celular e prevenção de hemólise.

Considerando tudo isso, o agitador de plaquetas é um dos equipamentos mais importantes para o armazenamento correto das plaquetas! Antes de irmos mais a fundo na essencialidade desse equipamento, vamos entender melhor o que envolve o armazenamento dessa célula sanguínea. Confira:

Aspectos do armazenamento de plaquetas

Desde o momento em que o sangue é colhido do doador até chegar ao paciente que irá recebê-lo, as instituições de saúde devem seguir uma série de regras importantes para garantir a qualidade do sangue, utilizando materiais específicos. Confira abaixo alguns aspectos do armazenamento de plaquetas:

Saco

O saco em que as plaquetas estão armazenadas é muito importante para o bom funcionamento do agitador e o armazenamento eficiente e seguro dessas células. Ele deve ter uma superfície inerte, para que as plaquetas não se juntem ali e formem coágulos. Por isso, os sacos são feitos de um material especial feito de plástico, que funciona como uma membrana semipermeável para o oxigênio. 

Temperatura

Os trombócitos são armazenados em uma temperatura de 20 a 24 ºC. A manutenção da temperatura também interfere na qualidade das plaquetas e pode comprometer o sangue armazenado. Por isso, uma máquina hermética que realize o check up da temperatura também é recomendável. Caso não seja possível ter acesso a essa máquina, as plaquetas devem ser armazenadas em um local que seja capaz de manter essa temperatura. 

Agitação

O armazenamento das plaquetas deve ser feito no agitador, que consegue:

  • Garantir agitação satisfatória no saco, incluindo a troca de gases por meio da parede do saco;
  • Evitar a deformação ou o amasso do saco;
  • Trabalhar com uma variedade de velocidades.

O concentrado de plaquetas é agitado desde a data de sua produção até a sua destinação para um paciente. Ao longo desse período, devem ser agitadas em uma frequência estável, geralmente uma oscilação por segundo.

Importância do agitador de plaquetas

As plaquetas são cruciais para o bom funcionamento do organismo. Sem elas, ou diante da diminuição dessa célula, o corpo apresenta grandes dificuldades para coagular sangramentos e feridas, por exemplo. Quanto mais baixas as plaquetas, maiores são os riscos de complicações decorrentes de trombocitopenia. A hemorragia interna pode ocorrer principalmente quando a contagem de plaquetas cai para baixo de 10 mil por microlitro.

Por isso, a doação de sangue representa papel fundamental para salvar vidas. Recebendo as plaquetas na transfusão, o paciente pode recuperar sua capacidade de cicatrização e diminuir o risco de hemorragias. No entanto, justamente por serem as células responsáveis pela coagulação, o cuidado deve ser redobrado. 

Concentrados de plaquetas que não foram corretamente agitadas podem acabar formando coágulos, e assim, o sangue já não pode mais ser utilizado. Portanto, o agitador de plaquetas deve estar funcionando nas condições ideais, garantindo o bom estado do sangue. Afinal, uma bolsa de sangue perdida pode ser prejudicial para o paciente, principalmente com a falta de doadores atualmente. É o agitador de plaquetas que vai garantir que este material está em boas condições para ser recebido por um paciente.

Resumindo...

O agitador de plaquetas é importantíssimo em qualquer instituição de saúde que armazena ou receba bolsas de sangue. Agora que você já entendeu para que serve o agitador de plaquetas, é hora de saber como escolher esse equipamento e o que considerar na hora de adquiri-lo. Por isso, não perca nosso próximo artigo! 

Até lá, você pode ir lendo o nosso post sobre cuidados básicos com o equipamento hospitalar!

Ficou com alguma dúvida? Deixa aqui nos comentários que a gente te responde! 

Sylvia Amorim

Sylvia Amorim

Sylvia Amorim é assistente de conteúdo na Arkmeds, formada em Jornalismo pela PUC Minas Coração Eucarístico e pós-graduanda em Comunicação Digital e Mídias Sociais no Centro Universitário UNA. Atua com produção de conteúdo no blog, nas redes sociais (Facebook, Instagram e LinkedIn) e materiais completos da Arkmeds e do Instituto E-Class, com o objetivo de transmitir informações assertivas e úteis para quem precisa.
0 0 votes
Classificação do conteúdo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Categorias

Mais recentes

0
Would love your thoughts, please comment.x