4 indicadores hospitalares da engenharia clínica

Compartilhe:

A engenharia clínica é um serviço essencial em um hospital e tem como propósito garantir o funcionamento adequado dos equipamentos médicos, avaliando a vida útil dessas tecnologias, mensurando os custos com manutenção corretiva e preventiva, além de dar suporte à equipe multiprofissional de saúde quanto à sua utilização.

Nesse sentido, os indicadores hospitalares são importantes, pois são dados coletados em diferentes serviços da instituição de saúde e servem para nortear ações estratégicas. Normalmente, são baseados em instrumentos objetivos que conseguem apontar irregularidades ou serviços com pouca produtividade, fatores que influenciam diretamente nos custos de saúde.

Junto a isso, os indicadores hospitalares da engenharia clínica devem ser mensurados e analisados para fornecer um bom diagnóstico sobre as condições de uso do parque tecnológico da instituição de saúde, propondo metas de redução de custos de operação para assegurar a sustentabilidade financeira da empresa.

A seguir, conheça 4 indicadores hospitalares da engenharia clínica e saiba como implantá-los na sua empresa.

1. Número de solicitações de reparos de equipamentos

Ele pode ser considerado importante para avaliar as condições de utilização de outros indicadores. Assim, devem ser analisados os tipos de reparos, os serviços com maior número de solicitações e a complexidade dos equipamentos.

Além disso, esse indicador será útil na implantação de equipes especializadas para determinados serviços que exigem conhecimento específico, cuidados básicos dos equipamentos e reparos periódicos. Dessa forma, será possível programar ações corretivas e preditivas para garantir produtividade e eficiência nas atividades clínicas.

2. Custo do equipamento sem utilização

Esse indicador se baseia na perda de receita do hospital devido a um equipamento parado. Ele pode ser mensurado por meio da multiplicação da média diária de exames e do custo cobrado por eles, seja no âmbito público ou privado.

Com essa análise em mãos, o gestor hospitalar poderá optar pela implantação do serviço, tendo em vista que alguns equipamentos podem revelar diagnóstico com maior sensibilidade e especificidade.

3. Custo de manutenção versus valor do equipamento

A finalidade desse indicador é saber o percentual máximo de manutenção de um equipamento, justificando ou não a aquisição de um item mais moderno e com maior precisão.

Para tanto, devem ser considerados o custo para troca de peças, mão de obra especializada, número de reparos feitos anualmente e comparação com o custo de aquisição de novos equipamentos.

4. Avaliação de reparos repetitivos

Essa opção poderá fornecer a periodicidade com que os reparos nos equipamentos hospitalares devem ser feitos, relacionando-a ao tempo médio previsto para falhas.

A partir dessa análise, será elaborado um parecer para a alta gestão que poderá implementar um programa de substituição de novas tecnologias ou desativação delas.

Vale ressaltar que a engenharia clínica constitui um serviço essencial nas instituições hospitalares, porém ainda é implantada de forma precária e sem o devido acompanhamento de profissionais qualificados. Nesse sentido, é fundamental lembrar que o papel do engenheiro clínico é identificar, mensurar e controlar dos principais indicadores que refletirão na eficiência dos serviços ou nos gastos excessivos com manutenção.

Por isso, se você ainda não tem o serviço de engenharia clínica devidamente implantado, reveja suas prioridades e modifique sua estratégia de gestão para garantir resultados clínicos e econômicos eficientes.

Não deixe de assinar a Newsletter da Arkmeds e ficar por dentro dos novos artigos que são lançados. 

Tem alguma dúvida sobre meu artigo? Deixe um comentário e iremos te ajudar!

Ricardo Miranda

Ricardo Miranda

Graduado em Engenharia Elétrica pela UNI-BH, Pós em Engenharia Clínica pelo Inatel, com mais de 20 anos de experiência em Engenharia Clínica, atuou como Engenheiro Clínico no Hospital BioCor e é sócio proprietário de uma empresa de manutenção e calibração hospitalar a Surgical Tecnologia.
0 0 votes
Classificação do conteúdo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Categorias

Mais recentes

0
Would love your thoughts, please comment.x