Por que certificar os serviços de Engenharia Clínica?

Tempo de leitura: 2 minutos

A Engenharia Clínica é responsável pelo gerenciamento de grande parte dos riscos não clínicos das instituições de saúde. Com o avanço constante de novas tecnologias, o olhar diferenciado destes profissionais apoia diretamente os serviços de saúde em relação a viabilidade de investimentos em inovação, gestão do parque tecnológico, uso seguro das tecnologias pela equipe assistencial, eficiência operacional relacionada ao uso de tecnologias.

Quais os critérios de elegibilidade?

São elegíveis as empresas que prestam serviço de gestão das tecnologias em saúde utilizadas para a prestação da assistência ao paciente, considerando rotinas de manutenções preventivas e corretivas, bem como o Engenheiro Clínico responsável pelo serviço.

Como é o escopo do processo de qualificação?

O escopo possui os seguintes padrões:

  1. Planejamento: Assegurar que o planejamento da operação contemple o adequado dimensionamento de recursos, insumos, equipamentos e infraestrutura para a execução dos serviços, sistematização dos processos e capacitação da equipe operacional, de forma a entregar produtos e serviços consistentes para o cliente. Pontos chave:

  • Conhecer a demanda e necessidades dos clientes.

  • Mapear e disponibilizar os recursos necessários para a implantação dos processos de trabalho.

  • Definição das contingências para continuidade das atividades críticas.

  • Planejamento das atividades.

  • Formalização das atividades críticas.

  • Capacitação das equipes envolvidas.

  1. Execução: Assegurar a execução das atividades conforme planejado e sistematizado, utilizando ao máximo os recursos, insumos e tecnologias disponíveis. Pontos chave:

  • Padronização e registro das atividades realizadas.

  • Acompanhamento das entregas.

  • Fluxo de comunicação efetiva com o cliente.

  • Critérios de priorização das atividades.

  • Gerenciamento de processos e gerenciamento de riscos.

  • Segurança da operação e do colaborador.

  1. Gerenciamento: Assegurar o gerenciamento dos processos, aprimorando a eficiência operacional, reforçando a qualidade, melhoria contínua e sustentável, contribuindo positivamente para a estratégia do negócio. Pontos chave:

  • Gerenciamento dos resultados

  • Gerenciamento dos incidentes

  • Definição e demonstração dos ciclos de melhoria

Quer saber mais sobre o tema? Entre em contato conosco!

Conteúdo Redigido por Renata Macedo: https://www.linkedin.com/in/renata-macedo-3192262b/

Ana Flávia Torre Félix: https://www.linkedin.com/in/ana-fl%C3%A1via-torre-felix-b018a038

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *