Soluções para o controle eficiente da temperatura em centros de saúde

Reading time: 5 minutes

 Se você tem acompanhado nossas publicações sobre o controle de temperatura em ambientes hospitalares, já sabe que existem diversos produtos e insumos termolábeis em locais desse tipo, como por exemplo, sangue, medicamentos, vacinas, etc. Por serem sensíveis a variação de temperatura, necessitam de um rigoroso controle de temperatura e que a melhor forma de se fazer esse controle é por meio de um sistema chamado cadeia do frio, que nada mais é do que um sistema de conservação de temperatura.

Caso não tenha acompanhado, recomendo a leitura dos textos “A importância da cadeia do frio em ambientes hospitalares” que fala de forma geral como trabalhar com o conceito de cadeia do frio, e o texto “Você sabe como é feito o monitoramento de temperatura em bancos de sangue?” que apesar de se tratar de um tema mais específico, também explica de uma forma simples e direta como é feito o monitoramento manual e o automatizado em ambientes hospitalares.

Centros de Saúde

Em ambientes como Centros de Saúde, que nada mais são do que unidades de serviço de atendimento primário prestados geralmente por médicos generalistas à uma determinada população. Apesar de serem na maioria das vez locais pequenos e com pouca tecnologia, neles também é necessário haver o controle de temperatura, pois em Centros de Saúde também há um estoque de medicamentos e vacinas a serem usados.

Controle de Temperatura em Centros de Saúde

Nos Centros de Saúde é comum os medicamentos e vacinas termolábeis serem guardados em geladeiras e freezers por não ficarem nesse local por um longo período de tempo, porém, como esses equipamentos não possuem o mesmo poder de refrigeração que câmaras frias, por exemplo, eles necessitam de uma maior atenção. Além do mais, as geladeiras e freezers dos Centros de Saúde são abertos constantemente, dificultando ainda mais a conservação da temperatura ideal.

No entanto, vocês já sabem que o processo de controle de temperatura não ocorre apenas no ato de observar se os equipamentos utilizados na refrigeração estão funcionando corretamente, mas que na verdade ele se inicia no recebimento do produto e vai até o momento da utilização.

Cadeia do Frio

Dentro de um Centro de Saúde podemos montar o seguinte esquema para controle de temperatura:

  • Recebimento dos produtos termolábeis: Nessa etapa, além de ser feita a checagem habitual referente a quantidade de produtos, também deverá ser observado se a temperatura dos mesmos se encontram dentro da faixa ideal estipulada pelo fabricante. Todo esse processo deverá ser feito rapidamente para que os produtos fiquem o menor tempo possível fora da refrigeração adequada;
  • Armazenagem: Os medicamentos e as vacinas recebidos deverão ser guardados em locais de temperatura controlada, como freezers e geladeiras, e mantidos lá até o seu momento de uso;
  • Monitoramento: É muito importante que a temperatura dos espaços em que os produtos termolábeis estão sendo armazenados seja verificada constantemente, para que não haja risco de perda. Uma das melhores formas de realizar esse controle é através do monitoramento automatizado, um sistema composto por sensores que detectam a temperatura do ambiente e informam quando a temperatura está fora da faixa ideal, além de apresentar os dados em uma tela e armazená-los em nuvem para serem acessados em qualquer lugar e a qualquer momento;s efeitos desejados.
Fonte: Testo do Brasil

Como é possível evitar falhas?

Por mais que pareça simples, é muito comum que ocorram falhas em alguma dessas etapas citadas, principalmente na de monitoramento, ocasionando grandes perdas financeiras. Por exemplo, em casos de danos no equipamento ou queda de energia, caso não haja um monitoramento contínuo quando os funcionários perceberem que não há refrigeração pode ser tarde demais, algo muito comum nos casos de monitoramento manual, além das perdas por erro de medição.

É preciso ter uma rede de monitoramento extremamente eficiente, pensando nisso, a Arkmeds desenvolveu um dispositivo de monitoramento de temperatura para cadeia do frio que proporciona os seguintes benefícios:

monitoramento de temperatura
Monitoramento de temperatura
  • Fácil Instalação: Basta posicionar os sensores nos pontos corretos e que os módulos tenham acesso a internet para que sejam enviadas mensagens de alerta em casos de falha na cadeia do frio;
  • Dashboards e relatórios: O dispositivo coleta dados para gráficos e relatórios automaticamente e os responsáveis pelo monitoramento da temperatura podem acessar as informações em qualquer lugar desde que possuam acesso a internet, além do mais, é possível configurar o nível de acesso às informações para cada colaborador e quem receberá os alertas quando emitidos;
  • Notificações: Em caso de falhas na cadeia do frio um alerta será emitido e os colaboradores autorizados irão receber notificações por e-mail ou SMS, podem inicializar o protocolo de emergência mais rapidamente.

Caso tenha se interessado pelo dispositivo oferecido pela Arkmeds, entre em contato com a equipe de especialistas para tirar dúvidas e conhecer melhor o produto.

Tem alguma dúvida? Deixe um comentário!

Gostou do artigo? Então assine a Newsletter da Arkmeds e receba em primeira mão os artigos quentinhos que são lançados toda semana!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *