Acreditação hospitalar: 4 exigências para o setor de Engenharia Clínica

Reading time: 3 minutes

Avaliação
[Total: 2 Média: 5]

A acreditação hospitalar é um tipo de certificação de qualidade para as instituições de saúde, como um ISO. Possui um método de avaliação voluntário, periódico e reservado dos recursos de hospitais a fim de garantir a qualidade da prestação de serviços, que é baseada em um padrão pré-definido.

Esse método engloba certificar principalmente a Engenharia Clínica, que possui uma função estratégica no desempenho de determinada unidade hospitalar, a fim de gerenciá-la e acompanhá-la no que se refere à tecnologia, aquisição e recebimento de equipamentos, bem como de sua manutenção.

Vejamos no post de hoje que benefícios traz a acreditação hospitalar, tanto para a instituição quanto para um atendimento de qualidade ao paciente, e quais são as exigências para o setor de Engenharia Clínica. Acompanhe!

1. Inventário de equipamentos

Essa é uma exigência dos auditores, a fim de que as empresas de saúde tenham um inventário completo de seus equipamentos. A melhor avaliação é conferida para instituições que fazem uso da tecnologia no seu dia a dia ou que mantêm controles informatizados por meio de um software de gestão.

Uma boa forma de criar um inventário é utilizando a geração de códigos de identificação para cada equipamento de maneira individual, contendo os dados do fabricante, como modelo, data de compra e outros dados.

Para uma melhor e mais fácil identificação, é necessário que o código seja aderido ao equipamento. Essa codificação é individual e formada por siglas e números que o identificam. Assim, há um controle mais preciso, caso o aparelho precise ser transferido ou emprestado para outros hospitais.

2. Serviço próprio da instituição

Esse serviço inclui fiscalização de contratos e a presença do engenheiro clínico, a fim de realizar o levantamento do desempenho dos serviços de Engenharia Clínica. Com todos os dados em mãos, será possível verificar se há problemas e estabelecer metas para a melhoria contínua dos processos.

Os seguintes critérios analisados para a Acreditação Hospitalar nesse sentido, são:

  • O tempo de atendimento para a manutenção corretiva;
  • Percentual de realização das manutenções quando programadas;
  • Número de solicitações de ordens de aparelhos de imagem, entre outros.

3. Plano de Contingência

Outro ponto que os auditores observam com frequência é quanto ao planejamento para contornar imprevistos, ou seja, se a empresa hospitalar tem um Plano de Contingência.

Criar um Plano de Contingência é deixar organizado um processo que dê conta de possíveis imprevistos ou circunstâncias remotas. Alguns exemplos de circunstâncias indesejáveis:

  • Equipamento principal dar defeito e o restante do maquinário, não tão importante, estar funcionando;
  • Mais de um equipamento quebrar ou aparelhos do mesmo tipo estarem quebrados ao mesmo tempo;
  • Catástrofes ou epidemias imprevistas que fazem com que o hospital tenha despesas inesperadas;
  • Falta de pessoal ou equipamento para atender à demanda excessiva de pacientes.

Daí a importância da Engenharia Clínica, pois o supervisor responsável deverá estabelecer um plano de ação em caso de imprevistos.

4. Avaliação da incorporação de novas tecnologias

O auditor do programa de Acreditação Hospitalar também precisará saber mais detalhes sobre o papel da Engenharia Clínica nos processos tecnológicos, ou seja, se há um fluxo padronizado no hospital que permita continuar mantendo a qualidade do que está sendo incorporado. Os critérios técnicos e financeiros também serão analisados.

Essas são apenas algumas exigências do programa de Acreditação Hospitalar, em geral as mais exigidas pelos auditores. Há ainda outros requisitos, como evidenciar a educação continuada, verificar métodos de qualificação dos fornecedores, analisar como o fluxo de descarte de equipamentos etc.

Quer saber mais? Que tal ler nosso artigo sobre a Acreditação ONA e como consegui-la?

Não deixe de assinar a Newsletter da Arkmeds e ficar por dentro dos novos artigos que são lançados. 

Tem alguma dúvida sobre meu artigo? Deixe um comentário e iremos te ajudar!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *