Saiba como crescer na carreira de engenheiro clínico e ganhar mais

Tempo de leitura: 4 minutos

A carreira de engenheiro clínico vem ganhando espaço e despertando o interesse dos jovens que optam por conhecer mais acerca das inovações tecnológicas que são usadas em prol da saúde do paciente. Um aspecto positivo observado é o fato de esse profissional ser requerido nas instituições de saúde devido aos conhecimentos técnicos assimilados durante os estudos.

Porém, além dos saberes exigidos para a formação, é importante atualizar-se constantemente para garantir maior estabilidade no emprego ou abarcar novas oportunidades de trabalho.

Se você como engenheiro clínico almeja grande reconhecimento da carreira, melhoria das condições salariais e maior participação das decisões técnicas da empresa, acompanhe nosso post de hoje e veja nossas orientações.

Conheça a atuação na carreira de engenheiro clínico

A principal atribuição do engenheiro clínico se relaciona a itens como supervisão, acompanhamento e avaliação das tecnologias em saúde. Nesse sentido, ele é responsável por avaliar o registro e a incorporação dos novos equipamentos, analisar seu ciclo de vida  e prever falhas em sua utilização.

Esse profissional pode trabalhar dentro do ambiente hospitalar como funcionário ou prestar serviços como empregado terceirizado. Também atua como consultor independente, realizando o diagnóstico das empresas, elaborando um plano de ação e avaliando as atividades dos colaboradores.

Ele pode executar o trabalho desde a estruturação do plano arquitetônico do hospital até a orientação aos profissionais de saúde sobre a utilização correta dos equipamentos.

Ademais, atua no gerenciamento de custos hospitalares, pois contabiliza os gastos gerados com manutenção corretiva, preventiva e preditiva do parque tecnológico e permite analisar a incorporação ou o abandono de tecnologias obsoletas.

Entenda o perfil de formação profissional

Conforme estudo divulgado pela Confederação Brasileira de Engenharia Biomédica, os profissionais que atuam na engenharia clínica são em maioria tecnólogos, engenheiros eletricistas e engenheiros em eletrônica.

Nessa pesquisa foi mostrado que 34% dos profissionais atuantes já possuem a especialização em engenharia clínica, enquanto 20% possuem título de mestrado, sendo esse o mesmo percentual dos graduados.

Observa-se na prática clínica que muitos tecnólogos almejam melhorar sua formação tecnicista e procuram a engenharia clínica como resposta às suas necessidades profissionais e financeiras.

Sendo assim, o investimento nos cursos de pós-graduação pode ser um diferencial na formação e, consequentemente, na diferença salarial, uma vez que a remuneração do engenheiro clínico pode ser o dobro do salário de um tecnólogo.

Veja a crescente demanda do mercado

Conforme instrução normativa, o departamento de engenharia clínica deve existir em toda instituição hospitalar, que apresentará seu responsável técnico atuante na gestão de equipamentos.

Apesar disso, muitos gestores hospitalares não contratam esse profissional e o substituem por técnicos que realizam serviços esporádicos de manutenção. Essa situação compromete o parque tecnológico da instituição e pode causar danos aos pacientes.

Some-se a isso a falta de profissionais ou de cursos que capacitem adequadamente para o atendimento correto dessas demandas. Em virtude desse cenário, na década de 80 o Ministério da Saúde ofertou alguns cursos de capacitação e, atualmente, algumas faculdades oferecem essa modalidade na forma de cursos de pós-graduação.

O profissional que deseja atuar na engenharia clínica deve ter graduação em algum curso de engenharia e capacitar-se paralelamente em gestão de pessoas e planejamento estratégico, condições que favorecerão ainda mais o seu perfil.

A carreira de engenheiro clínico pode ser bem valorizada se o profissional investir adequadamente na sua formação. Isso implica realizar cursos específicos da área e buscar a prática, atuando junto às instituições de saúde.

Por isso, se você ficou interessado em saber como crescer na carreira de engenharia clínica e se destacar no mercado de trabalho, conheça nossa empresa e veja mais informações. Temos profissionais com experiência e conhecimento para tirar suas dúvidas.

Não deixe de assinar a Newsletter da Arkmeds e ficar por dentro dos novos artigos que são lançados. 

Tem alguma dúvida sobre meu artigo? Deixe um comentário e iremos te ajudar!

2 Comentários

  1. Idelson

    Muito bom, eu sou Moçambicano e sou apaixonado por pela engenharia clinica, tenciono fazer o nivel superior mas aqui no meu pais nao tem so o nivel medio mesmo. Mas vou lutar pra realizar o meu sonho…

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *